read

Quando eu decidi me mudar para Botafogo no Rio de Janeiro e percebi que seria o mesmo preço de um aluguel na América do Norte, logo pensei: Está na hora de eu sair do país. Sair não por sair, o real motivo é exatamente o que eu faço hoje, melhorar meu inglês. Basta olhar para 4 meses atrás e ver a diferença, sim, vale a pena, e ainda está valendo.

Eu poderia citar outros 10 bons motivos, incluindo minha paixão de viajar, promoções de passagem que consegui, etc, mas, o grande resumo é o valor que você agrega a sua vida, língua que você aprende, etc. É sensacional.

Adendo: Se você está confortável onde está, sente-se bem, não tente fazer coisas tão radicais, você vai se frustar em descobrir que algumas coisas não são como você imaginava, especialmente em despesas gerais, fora aluguel. Você economiza de um lado e acaba gastando de outro. Se preocupe em estar bem com você; Eu não estava, queria viver ‘overseas’ por algum tempo.

Muita gente me pergunta por que e como eu faço isso. Os motivos estão acima, o como vem a seguir:

1) Internet - Não interessa onde você mora, tenha internet em casa, e se possível uma internet no seu smartphone para emergências, redundância nesses casos é muito importante porque imprevistos acontecem a todo o tempo, além do mais, é muito agradável trabalhar da rua algumas horas, como de cafés, e a internet desses lugares pode não ser lá das melhores ou pode ter algum bloqueio para determinadas coisas, como ssh.

2) Bonera Software - No Brasil nós temos, com certeza, centenas de bons desenvolvedores, mas, empresas para conseguir manter esse pessoal por muito tempo é muito difícil. Muitas das empresas ainda tem um pensamento onde desenvolvimento de software é como trabalhar em indústria, você faz coisas mecanicamente, mas no fundo todos nós sabemos que não é assim. O maior fator, com certeza, para eu conseguir trabalhar remotamente é ter uma boa empresa envolvida e me permitir isso.

3) GitHub - Dispensa comentários. Git + Github elevaram o nível de compartilhamento de código a um nível que é desnecessário comentar. Use e seja feliz.

4) HipChat - Iniciamos o uso do chat interno com o Campfire mas por experiências passadas sugeri o hipchat, com certeza é um dos meus grandes aliados hoje em dia, chat em tempo real super simples e super customízável. Diferentes ‘salas’ para diferentes tipos de ‘setores’ ou algo do tipo. Use da maneira que achar melhor.

5) Skype - Amigável quando precisamos fazer reuniões, que por nossa sorte tem sido curtas, o skype continua sendo um dos melhores programas para conversas voz/vídeo.

6) Macbook Air - Leve, robusto, nunca me deixou na mão, tudo que preciso fazer é resolvido com esse pequeno e leve notebook. Cabe em qualquer espaço da mochila, logo, sempre está comigo.

7) LeanKit Kanban - Apesar de ser uma ferramente que eu não gosto nem um pouco, tem correspondido muito bem as nossas necessidades de gerenciamento de tarefas. Tentamos o github issues mas é muito pobre de configuração; Basecamp tem muita configuração; PivotalTracker tem uma auto-configuração para sprints, o que nos atrapalha porque não estamos em um formato muito relacionado a Scrum, no fim, apesar do layout desagradável que eu não gosto, a ferramenta é boa.

8) DropBox - Sendo utilizado bem menos ao longo do tempo por mim, o dropbox é um bom local para guardar documentos que precisam ser compartilhados com outras pessoas. Para desenvolvedores o github com certeza é a única ferramente necessária nesse caso.

9) Foco - Facebook/ twitter e afins podem acabar com sua vida em relação a suas tarefas, se você tem sérios problemas de concentração como eu, recomendo uma pequena configuração no seu arquivo de hosts, sem mais:

No fundo, o maior problema que podemos ter trabalhando remotamente somos nós mesmos. Foco e boa comunicação com a equipe resolvem 99,9% dos problemas, os outros 0,1% são falta de internet.

É isso, se você utiliza alguma coisa que eu não citei aqui e acha que pode ajudar alguém, compartilhe conosco. Abs.

Blog Logo

Luciano Sousa


Published

Image

Luciano Sousa

tech and other stuffs

Back to Overview